Home Blog Corpo

Verdades e Mentiras sobre a Celulite

Postado em: 17 de novembro

Toda mulher já sabe, uma hora ou outra alguma celulite vai aparecer no corpo. Este problema assola nove em cada dez mulheres, mas não é observado no sexo masculino. Isto acontece porque o tecido adiposo (camada de gordura) é diferente entre os sexos. Nos homens, o ganho de peso concentra a gordura n...

continue lendo

Toda mulher já sabe, uma hora ou outra alguma celulite vai aparecer no corpo. Este problema assola nove em cada dez mulheres, mas não é observado no sexo masculino. Isto acontece porque o tecido adiposo (camada de gordura) é diferente entre os sexos. Nos homens, o ganho de peso concentra a gordura no fundo da pele. Enquanto nas mulheres, a gordura fica mais projetada, em função desta diferença na estrutura que organiza a gordura, que as mulheres tendem a apresentar a celulite. As lesões podem ser identificadas através do temido efeito “casca de laranja”, elas ganharam este apelido em decorrência das depressões causadas na pele, que se assemelham a superfície irregular da fruta.

Como o assunto sempre levanta muitas dúvidas e polemicas, elencamos algumas frases que são comumente ditas quando o assunto é celulite. Nós sinalizamos qual das frases é uma verdade ou mentira, para que você se mantenha corretamente informada sobre o tema.

Mentira: “Gordura localizada e celulite podem ser tratadas da mesma maneira”

É muito comum a confusão entre as duas, mas vale ressaltar que a gordura localizada é um volume acentuado de líquido em alguma região do corpo, enquanto a celulite é uma deformação que ocasiona pequenos furinhos sobre a pele, em decorrência da contração muscular nas regiões com acúmulo de gordura no corpo feminino, como nas coxas e quadris. A celulite precisa de um tratamento específico para que as lesões sejam atenuadas.

Verdade: “Alimentação previne o surgimento da celulite, mas não melhora as lesões que já existem”

As causas para o aparecimento das celulites são muitas, além do fator hormonal feminino (produção de estrogênio) que potencializa a retenção de líquidos, existe ainda a influência de fatores genéticos. A alimentação regrada por meio da ingestão de alimentos saudáveis, aliada a prática de exercícios previne o aparecimento de novas lesões, mais ainda sim é impossível assegurar que a celulite não apareça.

Mentira: “Cremes e cosméticos que prometem acabar com celulite são uma farsa”

Bom, não é bem assim. No mercado dos cosméticos, existem sim, muitos produtos que não apresentam comprovação científica para atenuação das celulites. No entanto, existem formulações que ajudam a melhorar a circulação do local, propiciando assim uma ligeira melhora no aspecto da pele lesionada.

Verdade: “Depois que uma celulite surgir, ela nunca mais vai desaparecer da pele”

As celulites são lesões permanentes, os seus temidos furinhos não vão abandonar o corpo da pessoa, o que certamente vai impactar negativamente a autoestima. Contudo não é preciso se desesperar, pois existem tratamentos que reduzem o aspecto de deformação da pele, propiciando uma melhora visual na superfície da área tratada.

O IDC oferece procedimentos estéticos e equipamentos capazes de atuar na melhora do caso de celulite, entre as tecnologias disponíveis estão:

  • PowerShape Platform:é um equipamento completo que associa um poderoso ultrassom cavitacional, com radiofrequência (RF) Multipolar, LED e um sistema pneumático de endermologia. O PowerShape Platform pode ser utilizado em diversos tratamentos faciais e corporais, como: rejuvenescimento facial, acne,celulite, modelagem corporal, queima de gordura, flacidez e redução de medidas.
  • Manthus: é um equipamento computadorizado que ajuda a minimizar sinais de gordura localizada, celulite e flacidez. Através da combinação de ultrassom e correntes elétricas, o manthus elimina a gordura armazenada pelo corpo através do sistema linfático, sem prejudicar a rotina do paciente.

Entre em contato com IDC e agende o seu horário

Home Blog Tratamento

Estrias: Prevenção e Tratamento

Postado em: 10 de novembro

A pele é o maior órgão do ser humano, ela recobre todo o corpo e está intimamente ligada a saúde, aparência e bem-estar do indivíduo. A pele costuma revelar muito sobre hábitos, patologias ou experiências das pessoas, através de manchas, acne, alergias ou até cicatrizes. Essas marcas são resultados ...

continue lendo

A pele é o maior órgão do ser humano, ela recobre todo o corpo e está intimamente ligada a saúde, aparência e bem-estar do indivíduo. A pele costuma revelar muito sobre hábitos, patologias ou experiências das pessoas, através de manchas, acne, alergias ou até cicatrizes. Essas marcas são resultados de lesões que acometeram a pele em um dado momento, às vezes, essas lesões podem significar transformações repentinas na pele, como é o caso do aparecimento das estrias.

As estrias são linhas que aparecem sobre a pele, podendo ser largas ou finas, com coloração avermelhada ou esbranquiçada. Elas ocorrem quando há um estiramento repentino das fibras elásticas da pele, geralmente, comuns durante o ganho de peso, gravidez, aumento de massa muscular ou estirão da puberdade. No início as lesões são avermelhadas e ainda podem ser revertidas, com a utilização de cremes, lasers fracionados e peelings caseiros.

Estrias: Prevenção e Tratamento

O mais importante é prevenir-se do aparecimento das estrias, é sabido que não há muito como prever o seu aparecimento até porque elas também podem estar ligadas a predisposição genética. No entanto, existem hábitos a serem tomados que podem diminuir a sua ocorrência: hidratação com cremes e óleos; realização massagens em áreas onde existe maior incidência como nádegas, barriga, coxas e seios regularmente; alimentação saudável, aliada a prática de exercícios físicos para evitar o ganho de peso repentino.

Quando as lesões não são tratadas enquanto ainda são jovens, elas cicatrizam e se tornam brancas e profundas. O que mais aterroriza as mulheres é o fato das estrias serem irreversíveis, mas, felizmente, existem tratamentos que podem amenizar a aparência das lesões, deixando-as quase imperceptíveis.

Estrias: Prevenção e Tratamento

Entre as opções para o tratamento das estrias está o Fraxx um bisturi de alta frequência, portátil, seguro e de fácil utilização. Possui recursos para a seleção de formas de ondas para as mais diversas aplicações. O Fraxx é ideal para minimizar problemas de flacidez facial e também de estrias. Ele utiliza ondas eletromagnéticas para ‘vaporizar’ as camadas mais externas da pele, estimulando sua renovação através da produção de colágeno.

Quer fazer uma avaliação e livrar-se das estrias? Agende o seu horário no IDC

Home Blog Corpo

4 dicas para secar a barriga para o verão

Postado em: 03 de novembro

A estação mais esperada do ano ainda não chegou, mas todo mundo já está ansioso para aproveitar o verão no litoral. A combinação entre sol abundante, calor e pouca roupa desperta na maioria das pessoas o desejo por um corpo mais enxuto. Livrar-se das gordurinhas indesejadas não é uma tarefa tão fác...

continue lendo

A estação mais esperada do ano ainda não chegou, mas todo mundo já está ansioso para aproveitar o verão no litoral. A combinação entre sol abundante, calor e pouca roupa desperta na maioria das pessoas o desejo por um corpo mais enxuto. Livrar-se das gordurinhas indesejadas não é uma tarefa tão fácil, mas a boa notícia é que perder os famosos “pneuzinhos” não é impossível, no entanto, o processo de secagem da barriga para o verão vai exigir de você muita força de vontade e disciplina. Veja quais são os hábitos necessários para você chegar lá:

Ingira os carboidratos certos

4 dicas para secar a barriga para o verão

Eles são a principal fonte de energia para o funcionamento do nosso organismo, portanto, não podem ficar de fora da alimentação, até mesmo em dietas. Quando o indivíduo está em dieta, mas não ingere carboidratos, o metabolismo consome as fibras musculares em vez de gordura. Isto é extremamente prejudicial para o organismo, por isso é preciso ter em mente que o tipo apropriado de carboidrato pode, inclusive, ajudar o processo de queima de gordura. Consuma carboidratos de absorção lenta, que tenham baixo índice glicêmico, uma vez que o excesso de glicose na circulação estimula a liberação excessiva de insulina no sangue, o que desacelera o metabolismo e propicia o acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal.

Um exemplo de carboidrato que beneficia a perda de gordura é a batata doce. Por ser um carboidrato de digestão lenta, você não terá tanta fome ao longo do dia caso inclua este alimento na sua dieta.

Pratique exercícios físicos

4 dicas para secar a barriga para o verão

Todo tipo de atividade física é sempre bem-vinda à saúde, mas quando o assunto é perda de medidas, não há nada mais efetivo do que os exercícios aeróbicos, já que esses exercícios movimentam vários músculos e articulações do corpo ao mesmo tempo. Os abdnominais devem ser feitos para fortalecer a musculatura, mas eles não capazes de reduzir o tecido adiposo que envolve a barriga. Comece a fazer atividades como a caminhada, corrida na rua ou esteira, spinning, natação ou pule corda, a intensidade desses exercícios vai favorecer o seu emagrecimento.

Beba muita água e consuma fibras.

4 dicas para secar a barriga para o verão

Parece clichê, mas beber água com frequência é um hábito que precisa ser sempre recomendado. Além da necessidade fisiológica, beber muita água é indispensável para hidratação da pele durante as altas temperaturas. Existem pesquisas que indicam a ingestão de água acelera o metabolismo, favorecendo a digestão dos alimentos.

Já as fibras, são altamente recomendadas para a perda de gordura. Elas ainda atuam de maneira estratégica na dieta, já que a sua ingestão estimula a saciedade, evitando que a pessoa tenha vontade de comer mais vezes durante o dia. O ideal é passar a introduzi-las na rotina, ir combinando a ingestão com o corte de gordura, do sódio e do açúcar excessivos, presente nos refrigerantes, doces, frituras e comidas processadas. Prefira os alimentos integrais, adicione aveia ou granola a outros alimentos, como shakes, iogurtes ou frutas.

Desacelere a mastigação

4 dicas para secar a barriga para o verão

Durante uma dieta ou qualquer processo de emagrecimento, o fator emocional conta muito, problemas como a ansiedade ou compulsão alimentar podem atrapalhar os planos de recondicionamento físico de qualquer pessoa. Pode até parecer bobagem, mas quando você está fazendo uma refeição e mastiga os alimentos de maneira mais lenta, com movimentos espaçados, triturando por completo a comida, o seu sistema digestivo funciona melhor, enquanto o cérebro entende que você já está satisfeito(a), liberando assim a sensação de saciedade, deixando você com menos vontade de comer.

Quer seguir uma dieta de emagrecimento pensada exclusivamente para você? Agende uma avaliação com o nutrólogo do IDC.

Home Blog Maquiagem

Maquiagem para primavera: Conheça as tendências da estação

Postado em: 27 de outubro

A maquiagem é muito importante para qualquer produção, seu protagonismo se dá por conta da sua capacidade de transformar a mulher, revelando uma nova versão da pessoa a cada nova proposta. As estações vão e vem, mas trazem consigo algumas tendências, a fim de deixar a pele mais confortável para as m...

continue lendo

A maquiagem é muito importante para qualquer produção, seu protagonismo se dá por conta da sua capacidade de transformar a mulher, revelando uma nova versão da pessoa a cada nova proposta. As estações vão e vem, mas trazem consigo algumas tendências, a fim de deixar a pele mais confortável para as mudanças climáticas. No inverno, por exemplo, a maquiagem tende a ser mais fosca (matte), geralmente, ela vem com olhos bem mais marcados, abusando de tonalidades mais escuras e variando texturas, de metalizada a aveludada, ambas muito bem-vindas na estação mais fria do ano

Primavera

A estação das flores é conhecida pelas temperaturas mais agradáveis no seu início e pelo calor intenso, próximo da sua despedida do hemisfério sul, o que já vai deixando o clima com a cara do verão. O importante na primavera é ir preparando a pele para as altas temperaturas, que costumam castigar a cútis no verão. Investir em hidratação é indispensável para evitar a secura, mas também é preciso cuidar da oleosidade que pode se acentuar quando o tempo está mais húmido e quente. Confira algumas dicas para aproveitar o melhor da primavera, com uma pele linda e bem cuidada:

Pele

Para primavera, a tendência é adotar uma pele mais suave, mais próxima do seu aspecto natural: A ideia é passar um ar de frescor e naturalidade.

Evite iluminar muito a pele, deixe a aparência de bronzeado para o verão (que já está quase chegando), experimente usar nas maças do rosto uma paleta de blushes mais próxima dos tons pêssegos ou rosados.

Maquiagem para primavera: Conheça as tendências da estação

Olhos

Já que a pele está mais leve, ouse nos olhos! Delineadores são uma boa pedida para valorizar o olhar, que vem acompanhado de sombras com tons florais ou levemente cítricos. Se a intenção for deixar um olho bem marcado, com mais personalidade, você já sabe, deixe o restante da maquiagem mais neutra para que o resultado final da produção seja mais harmônico.

Maquiagem para primavera: Conheça as tendências da estação

Boca

Os batons de textura mais cremosa substituem os modelos com acabamento matte, que são mais populares no inverno, conferindo assim mais vivacidade e hidratação a boca. Agora é a hora de aproveitar a jovialidade dos batons gloss, já que seu acabamento molhado vai muito bem com o frescor da estação. Cores alusivas a frutas fazem muito sentido nas produções da primavera, nuances entre rosa e vermelho ou até mesmo tons de laranja darão um toque mais romântico e solar a sua maquiagem.

Maquiagem para primavera: Conheça as tendências da estação

Agora que você já viu como fazer uma maquiagem ideal para primavera, vale a pena conhecer alguns procedimentos estéticos que podem ser feitos nesta estação para preparar a sua pele e deixá-la ainda mais linda para a chegada do verão.

Conheça os nossos procedimentos estéticos e agende uma consulta

Home Blog Pele

O que é milium e como acabar com este problema?

Postado em: 20 de outubro

O nosso rosto tem um papel fundamental para a nossa apresentação pessoal, sendo assim, qualquer alteração em seu aspecto natural, promovido por algum hematoma, mancha, cicatriz, linhas de expressão, cravos ou espinhas geralmente incomoda não só o indivíduo, mas também as outras pessoas, que passam a...

continue lendo

O nosso rosto tem um papel fundamental para a nossa apresentação pessoal, sendo assim, qualquer alteração em seu aspecto natural, promovido por algum hematoma, mancha, cicatriz, linhas de expressão, cravos ou espinhas geralmente incomoda não só o indivíduo, mas também as outras pessoas, que passam a olhar para esse rosto com desaprovação.

O que é a milium?

Milium é uma pequena lesão da pele, um tipo de cisto sebáceo que não causa dor ou qualquer risco à saúde (com exceção do aparecimento muito próximo ao globo ocular), elas se apresentam como bolinhas de coloração esbranquiçada, cujo tamanho e volume podem variar de pessoa para pessoa. Normalmente, elas se concentram na região da face, mas também podem aparecer ao redor das partes íntimas.

A milium se forma devido ao acumulo de queratina e células mortas nos poros, que vão sendo revestidos por uma camada de pele, que encapsula os resíduos e os deixam com o aspecto de pequenas esferas. Sobretudo, o principal empecilho com o aparecimento do milium, é o comprometimento estético da região.

O que é milium e como acabar com este problema?

Como ela aparece

O aparecimento da milium tende a se comportar de duas maneiras: Uma delas não tem causa aparente, e por isso a lesão é chamada de primária. A realização de alguns procedimentos estéticos, que evolvem abrasão e cicatrização da pele também pode propiciar, em algumas pessoas, o surgimento das lesões. Quando isso acontece, a millium é então chamada de secundária. Homens, mulheres, jovens, idosos e até recém-nascidos podem ser acometidos pela milium.

Como tratar?

Não há motivos para preocupação, trata-se de uma lesão benigna que não expõem o indivíduo à riscos senão o incomodo estético. Com o tempo, as bolinhas podem crescer e ganhar volume a ponto de ficarem muito visíveis e prejudicar a autoestima do indivíduo, neste caso, o tratamento pode ser uma opção a se considerar.

A remoção da milium pode ser feita em limpeza de pele, por meio da transfixação de agulhas finas, que são devidamente esterilizadas e performadas por profissionais da estética. Não se recomenda que a retirada do milium seja feita pelo próprio paciente, visto que o procedimento sem a devida assepsia pode ocasionar inflamações ou proliferações de bactérias no local.

Quer saber mais sobre nosso tratamentos estéticos? Entre em contato.