Home Blog Dermatologia

Botox sem exageros: rosto livre de rugas e com aparência natural

Postado em: 13 de July

Botox sem exageros: rosto livre de rugas e com aparência natural Quando o assunto é tratamento para rugas faciais, a primeira opção solicitada por pacientes é a aplicação da toxina botulínica. Popularmente conhecido como “botox”, o procedimento estético aparece como o segundo mais realizado no mu...

continue lendo

Botox sem exageros: rosto livre de rugas e com aparência natural

Quando o assunto é tratamento para rugas faciais, a primeira opção solicitada por pacientes é a aplicação da toxina botulínica. Popularmente conhecido como “botox”, o procedimento estético aparece como o segundo mais realizado no mundo de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. O Brasil ocupa o segundo lugar entre os países que mais utilizam a toxina, atrás apenas dos Estados Unidos.

Queridinho entre aqueles que procuram um rosto mais jovem, o botox já chegou a ser inimigo da aparência natural. Isso porque, quando aplicado em excesso, pode transformar o rosto e deixá-lo com uma aparência paralisada.

“Sabe aquela expressão congelada, sem movimento, aparentemente sem vida? Esse é um dos principais receios dos pacientes que procuram o tratamento, e a primeira pergunta que me fazem é se vão ficar com a expressão paralisada”, conta a Dra. Carolina Feijó, dermatologista do Instituto Dermatológico de Curitiba (IDC).

Botox no rosto

A resposta da médica dermatologista é taxativa: o resultado vai depender de quem aplica a substância, como realiza o procedimento e o que injeta na pele do paciente. Além, é claro, do equilíbrio entre volume e frequência das aplicações.

“Depois de muitos anos utilizando toxina botulínica para o tratamento de rugas dinâmicas, posso dizer que um bom profissional, com bastante experiência e, sobretudo, bom senso e bom gosto, conseguirá transmitir ao seu paciente que o belo é natural. Por isso, é fundamental tratarmos apenas as áreas de muita contratilidade (as que mexem muito), o que deixará a expressão bastante leve e suave”, defende a dermatologista.

Quando fala de rugas dinâmicas, a Dra. Carolina se refere àquelas que aparecem quando se força a mímica facial em situações como a de fazer caretas, franzir as sobrancelhas ou se proteger do sol.

Para a médica dermatologista, conseguir este efeito natural requer um intenso conhecimento médico da anatomia da face, além de cursos teóricos, teórico-práticos, jornadas, congressos e mais treinamentos, o que é oferecido regularmente a médicos dermatologistas e cirurgiões plásticos.

Botox

“Parece incrível, mas, quanto mais preparado e experiente é o injetor, menos os outros perceberão que foi feito qualquer procedimento. É esse o resultado que os pacientes desejam, é claro”, ressalta.

Expectativa X realidade

Um aspecto determinante no uso de botox para o rejuvenescimento facial apontado pela médica dermatologista Carolina Feijó é a comunicação entre médico e paciente sobre o que se quer e os resultados que os procedimentos podem trazer. A famosa relação entre expectativa e realidade. Na opinião da médica dermatologista, essa troca de informações é fundamental, inclusive para a definição do melhor ou mais adequado tratamento.

“Procuro sempre ressaltar a importância de o paciente expressar claramente a seu médico injetor qual é o seu desejo para que se possa explicar o que é possível para cada caso. Muitas vezes, o leigo tem expectativas irreais quanto ao resultado do botox. Em algumas situações, o médico pode até mesmo indicar outro tratamento para atender a real necessidade”, argumenta.

A questão, muitas vezes polêmica, sobre padrões de beleza também pode ser discutida entre médico e paciente, na opinião da Dra. Carolina. “Tudo o que puder ser bem detalhado traz segurança, confiança e alinhamento entre médico e paciente, e isso é determinante para que o resultado seja consensual”, reforça.

Botox – Toxina Botulínica

Aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 1992, o botox se tornou a primeira toxina botulínica registrada no Brasil. Produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum, ela é aplicada no músculo facial e provoca o relaxamento da região.

Utilizada para prevenir, retirar ou amenizar as linhas de expressão e rugas do rosto, a toxina botulínica também pode ser direcionada para outras necessidades faciais, como reposicionar a musculatura da face, melhorando a posição das sobrancelhas; produzir o efeito de “abrir o olhar”; reduzir os populares pés-de-galinha; e rejuvenescer a pele do pescoço.

Ficou interessado em saber mais sobre as funções e vantagens da aplicação de botox na pele? Entre em contato pelo WhatsApp do Instituto Dermatológico de Curitiba e agende uma conversa com a Dra. Carolina Feijó. A nossa equipe está à sua disposição.

;