Home Blog Cuidados

Tratamento estético invasivo requer profissional habilitado

Postado em: 14 de October

Consequências de tratamentos estéticos invasivos sem habilitação são graves Em 2019, a Sociedade Brasileira de Dermatologia emitiu um alerta: a frequência da realização de tratamentos estéticos invasivos por profissionais não habilitados tem aumentado. De acordo com a SBD, neste ...

continue lendo

Consequências de tratamentos estéticos invasivos sem habilitação são graves

Consequências de tratamentos estéticos invasivos sem habilitação são graves

Em 2019, a Sociedade Brasileira de Dermatologia emitiu um alerta: a frequência da realização de tratamentos estéticos invasivos por profissionais não habilitados tem aumentado.

De acordo com a SBD, neste cenário os riscos de erros irreversíveis também aumentam. Segundo a Dra. Lúcia Ribeiro, dermatologista do Instituto Dermatológico de Curitiba , há um número “cada vez maior de complicações acontecendo. Isso se deve, também, ao fato de cada vez mais pessoas estarem se submetendo a este tipo de tratamento”. De acordo com a Dra. Lúcia, outro motivo do agravamento das complicações é a difusão da prática de tratamentos estéticos para outras áreas. Muitas vezes, os profissionais não têm a devida habilitação, pois não são médicos.

Os tratamentos realizados nessas circunstâncias podem acarretar complicações graves. Para a Dra. Lúcia Ribeiro , o risco mais importante de todos, considerado uma urgência, é quando o produto ou o preenchedor é injetado dentro de um vaso daquela região. “Se você interrompe a circulação sanguínea, a consequência natural disso é a necrose ou morte do tecido que está depois daquele vaso. Muito parecido com o que acontece no infarto, e o coração morre naquele local. Essa complicação precisa ser tratada de forma muito urgente, e os protocolos prevêem internamento para esse tipo de paciente”, discorre a Dra.

O que fazer antes de um procedimento estético?

  1. Antes de qualquer procedimento estético , consulte um médico especialista. Todo e qualquer tratamento invasivo deve ser realizado por um médico habilitado.
  2. Tire todas as dúvidas e saiba quais são as possíveis complicações do tratamento.
  3. Pesquise sobre a clínica e o profissional escolhidos. Verifique se há a devida certificação. Você pode pesquisar pelo CRM do médico no site.

Não comprometa sua saúde. Procure por profissionais habilitados que possam acompanhar o seu tratamento e dar a você toda a segurança necessária.

;