Home Blog Corpo

Lipoaspiração: diversas técnicas para remodelar o corpo

Postado em: 12 de June

Lipoaspiração: diversas técnicas para remodelar o corpo o lado da prótese mamária de silicone e da abdominoplastia, a lipoaspiração aparece como um dos procedimentos estéticos mais procurados no Brasil. Considerando que, em 2018, de acordo com estimativa apresentada pelo censo bianual da Sociedad...

continue lendo

Lipoaspiração: diversas técnicas para remodelar o corpo

o lado da prótese mamária de silicone e da abdominoplastia, a lipoaspiração aparece como um dos procedimentos estéticos mais procurados no Brasil. Considerando que, em 2018, de acordo com estimativa apresentada pelo censo bianual da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), cerca de 1,7 milhão de operações estéticas foram realizadas no país, o índice de procura é muito alto.

Lipoaspiração

O dado significativo torna o Brasil líder no ranking mundial dos países que mais realizam intervenções deste tipo, como já publicamos aqui no blog.

Indicada para quem deseja perder medidas e melhorar o contorno do corpo – e não para reduzir peso, como erroneamente é escolhida –, a lipoaspiração pode ser feita por meio de diversas técnicas: a lipoaspiração tradicional, a vibrolipoaspiração, a lipolaser e, a mais recente, chamada de lipoaspiração HD.

Lipoaspiração

“As duas primeiras são as mais procuradas até hoje. Todas têm procedimentos e cuidados parecidos, além de resultados satisfatórios quando realizadas por médicos especialistas e habilitados para a função e respeitadas as recomendações”, ressalta Gerson Postai, médico cirurgião plástico do Instituto Dermatológico de Curitiba (IDC).

Segundo o cirurgião, não há contraindicações para nenhuma das técnicas, mas a cirurgia pode ser autorizada apenas após a avaliação do resultado de uma bateria de exames médicos preparatórios, a consulta prévia para confirmar possíveis problemas de saúde – se há algum, se está controlado – e a análise sobre o uso de medicamentos contínuos. “Esses são alguns cuidados básicos, mas fundamentais, para se autorizar a lipoaspiração”, explica.

Em relação à faixa etária mínima e máxima, o cirurgião ressalta a atenção necessária para adolescentes e jovens, grupo que tem aumentado a procura por procedimentos estéticos, e para pessoas com idade avançada. “Não há contraindicação em relação à idade, porém, adolescentes e idosos devem ser avaliados individualmente. Os primeiros pela decisão às vezes precipitada em escolher a cirurgia, e o segundo grupo pelo quadro de saúde que pode estar comprometido e outros aspectos a serem analisados”, opina.

Lipoaspiração

Já para pacientes muito acima do peso, com diagnóstico de obesidade, a lipoaspiração não é o procedimento mais indicado nem adequado, visto que sua principal função não é reduzir peso nem gordura de forma geral, e sim localizada.

Outro fator importante destacado pelo médico do IDC diz respeito aos profissionais habilitados para realizar procedimentos estéticos como a lipoaspiração e ao local adequado para isso. Ele é taxativo: “Exclusivamente os cirurgiões plásticos estão credenciados e habilitados a realizarem a lipoaspiração, que deve ser feita somente em hospital ou clínica com estrutura hospitalar adequada e com a presença de um médico anestesista”.

Para auxiliar o paciente, o médico recomenda que se faça uma busca e pesquisa no Conselho Regional de Medicina (CRM-PR) sobre o cirurgião plástico que realizará o procedimento, confirmando seu registro de especialista e outras informações necessárias.

Quer saber mais sobre as técnicas de lipoaspiração disponíveis aqui no IDC? Entre em contato pelo WhatsApp do Instituto Dermatológico de Curitiba com a nossa equipe para agendar uma avaliação com o Dr. Gerson. Conte conosco sempre que precisar!

;