Home Blog Tratamento

Hiperpigmentação pós-inflamatória: causas e tratamentos

Postado em: 13 de julho

A hiperpigmentação pós-inflamatória é um problema mais comum do que imaginamos e normalmente surge em consequência de diversos processos que afetam a pele, como doenças, feridas ou procedimentos terapêuticos. A doença se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras ou acastanhadas onde originalmen...

continue lendo

A hiperpigmentação pós-inflamatória é um problema mais comum do que imaginamos e normalmente surge em consequência de diversos processos que afetam a pele, como doenças, feridas ou procedimentos terapêuticos.

A doença se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras ou acastanhadas onde originalmente ocorreu alguma inflamação da pele. A coloração varia de marrom claro a negro.

Hiperpigmentação causada por inflamação

Há dois conceitos principais usados por dermatologistas: A remoção da mancha cutânea causada pela hiperpigmentação pós-inflamatória e controle dos sinais.

A remoção – Através de luz intensa pulsada, peeling químico ou com o equipamento Spectra XT – destrói as células cutâneas hiperpigmentadas para gerar nova pele, sem hiperpigmentação.

Laser facial Spectra XT

O controle – O tratamento é baseado na prescrição de medicamentos ou dermocosméticos para inibir a produção de melanina, igualar o tom de pele, clareando as manchas escuras para chegar à pigmentação normal cutânea.

Entretanto, vale ressalvar que alguns procedimentos podem ter efeitos colaterais ou até mesmo piorar o problema, por isso é imprescindível consultar o seu dermatologista antes de realizar os procedimentos.

Ficou interessado neste procedimento e quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato com o Instituto Dermatológico de Curitiba e agende uma avaliação médica.

Home Blog Tratamento

PELE LISINHA E ELÁSTICA COM O ESTIMULADOR DE COLÁGENO RADIESSE

Postado em: 26 de junho

O Radiesse é um composto de microesferas de hidroxiapatita de cálcio suspensas em gel aquoso com efeito preenchedor, ideal para corrigir as rugas, linhas de expressão e o bigode chinês. Além disso, o gel estimula também a produção de colágeno no local, deixando a pele mais “lisinha” e elástica. A ap...

continue lendo

O Radiesse é um composto de microesferas de hidroxiapatita de cálcio suspensas em gel aquoso com efeito preenchedor, ideal para corrigir as rugas, linhas de expressão e o bigode chinês. Além disso, o gel estimula também a produção de colágeno no local, deixando a pele mais “lisinha” e elástica.

A aplicação do Radiesse é praticamente indolor. Uma vez injetado, faz volume e corrige imediatamente a pele, além de continuar seu trabalho estimulando o organismo a produzir seu próprio colágeno.

O efeito do Radiesse dura em torno de 18 a 24 meses e o indicado é fazer uma nova aplicação do gel após dois anos, tempo em que as rugas podem voltar a aparecer.

Além disso, os pacientes podem ter sintomas como vermelhidão, manchas arroxeadas, ou inchaço, entretanto, não há o que se preocupar, a maior parte dos efeitos adversos do tratamento desaparecem em alguns dias.

Por isso, discuta quaisquer preocupações que tiver com seu médico antes de realizar o procedimento. Para mais informações, avaliações e orçamentos com o Instituto Dermatológico de Curitiba, entre em contato.

Home Blog Tratamento

Luz intensa pulsada no tratamento de manchas faciais

Postado em: 19 de junho

A luz intensa pulsada é um tipo de tratamento, semelhante ao laser, porém consiste na aplicação de disparos de luz em intensidade controlada para remoção ou clareamento de manchas. Este procedimento estético é indicado para remover as manchas escuras na pele especialmente causadas pela exposição sol...

continue lendo

A luz intensa pulsada é um tipo de tratamento, semelhante ao laser, porém consiste na aplicação de disparos de luz em intensidade controlada para remoção ou clareamento de manchas.

Este procedimento estético é indicado para remover as manchas escuras na pele especialmente causadas pela exposição solar e aos raios ultravioletas. Em geral, são necessários 4 a 5 sessões de luz intensa pulsada, mas os resultados podem aparecer em menos tempo.

No entanto, não se pode utilizar a luz intensa pulsada quando a pessoa faz uso de Roacutan (Isotretinoína), corticoides, ácido acetilsalicílico, anti-inflamatórios não hormonais, fotossensibilizantes e também na pele bronzeada.

É importante ressaltar que para conseguir bons resultados e com segurança, o tratamento precisa ser realizado por médicos capacitados para a correta aplicação da tecnologia.

Por isso, contem com os médicos do Instituto Dermatológico de Curitiba para auxiliar a identificar os melhores tratamentos para o seu caso. Entre em contato e agende uma avaliação.

Home Blog Tratamento

Radiofrequência para flacidez e rugas (Exilis Elite)

Postado em: 12 de junho

A radiofrequência é considerada um grande avanço na estética, principalmente por ser responsável por minimizar sinais de envelhecimento e reduzir medidas, tudo isso sem cirurgia. No Instituto Dermatológico de Curitiba utilizamos o Exilis Elite, aparelho de radiofrequência que ajuda a combater a gord...

continue lendo

A radiofrequência é considerada um grande avanço na estética, principalmente por ser responsável por minimizar sinais de envelhecimento e reduzir medidas, tudo isso sem cirurgia.

No Instituto Dermatológico de Curitiba utilizamos o Exilis Elite, aparelho de radiofrequência que ajuda a combater a gordura localizada, a flacidez e as rugas, através de um método não invasivo para o corpo.

O Exilis Elite utiliza um sistema avançado de refrigeração estratificado, que proporciona resultados duradouros no corpo. Ele estimula a formação de colágeno por meio de ondas de radiofrequência que geram calor, conseguindo assim uma melhora da flacidez corporal.

Se interessou pelo procedimento? Entre em contato, agende uma avaliação médica no IDC e descubra os procedimentos estéticos para o seu corpo!

Home Blog Tratamento

Como evitar a queda de cabelo no inverno

Postado em: 05 de junho

De acordo com alguns especialistas a queda de cabelo pode estar associada as estações do ano. Além é claro, por motivos mais comuns como estresse, insônia, má alimentação e faltas de algumas vitaminas no sague. Em especial no outono e inverno, acabamos perdendo mais fios de cabelo que o normal, pois...

continue lendo

De acordo com alguns especialistas a queda de cabelo pode estar associada as estações do ano. Além é claro, por motivos mais comuns como estresse, insônia, má alimentação e faltas de algumas vitaminas no sague.

Em especial no outono e inverno, acabamos perdendo mais fios de cabelo que o normal, pois os dias ficam mais curtos e consequentemente diminui a incidência de raios UV, o que facilita a parada do crescimento capilar.

Nos últimos anos a procura por tratamento capilar cresceu no Brasil e, juntamente com ele, as opções para solucionar esses problemas sem a necessidade de realizar um transplante capilar.

Recomenda-se a utilização de luzes direcionadas para o aumento do metabolismo celular com o aparelho Multiwaves e também a função de estimular a produção natural de colágeno com o Dermaroller, que maximiza as habilidades de recuperação das células da pele.

Por isso, se o seu cabelo está caindo muito, conte com os médicos dermatologistas do Instituto Dermatológico de Curitiba para te orientar a reduzir a queda durante esta temporada.