Home Blog Pele

Epilação a laser não invasiva a pele com soprano ice

Postado em: 18 de abril

Diferente da depilação, a epilação a laser é o processo de remoção por extração dos pelos inteiros, pela raiz. Como por exemplo, através de pinças, ceras, aparelhos elétricos que arrancam os pelos, laser, luz intensa pulsada, eletrólise. A técnica consiste na extração do pelo pela raiz, o que diminu...

continue lendo

Diferente da depilação, a epilação a laser é o processo de remoção por extração dos pelos inteiros, pela raiz. Como por exemplo, através de pinças, ceras, aparelhos elétricos que arrancam os pelos, laser, luz intensa pulsada, eletrólise. A técnica consiste na extração do pelo pela raiz, o que diminui, atrasa o seu ritmo de crescimento.

A remoção de pelos através de métodos convencionais (lâminas ou ceras), além de causar dor, podem danificar a saúde e estrutura da pele. Mesmo com a função de proteger o corpo, os pelos costumam ser indesejados e o processo periódico de remoção pode ser cansativo e dolorido. Por este motivo foram criadas diversas tecnologias que realizam a remoção de pelos de forma praticamente definitiva através da epilação a laser.

Para tratamentos destinados a redução de pelos de forma rápida, eficiente e segura, o IDC indica o Soprano ICE, uma eficiente solução a laser no mercado para epilação e que não danifica a pele, como acontece com outros processos de depilação periódica.

A epilação a laser atua incorporando múltiplos comprimentos de onda e tecnologia, permitindo tratar pacientes com vários tipos de pelos e peles. Com uma ponteira de safira resfriada ele reduz o risco de queimaduras na pele e mantém o calor interno na derme, melhorando os resultados do procedimento e aumentando o conforto do paciente.

O Instituto Dermatológico de Curitiba conta com uma ampla variedade de tecnologias avançadas e aparelhos estéticos que auxiliam na busca pela beleza, bem-estar e saúde de nossos clientes. Entre em contato e agende uma avaliação!

Home Blog Pele

Powershape platform: rejuvenecimento facial sem cirurgia

Postado em: 12 de abril

À medida que envelhecemos, a produção de hidratantes naturais da pele (tais como o acido hialurônico) diminui lentamente, a pele começa a perder elasticidade e volume, deixando linhas faciais ou marcas de expressão aparentes devido a atividade repetitiva dos músculos da face.A pele passa por mudança...

continue lendo

À medida que envelhecemos, a produção de hidratantes naturais da pele (tais como o acido hialurônico) diminui lentamente, a pele começa a perder elasticidade e volume, deixando linhas faciais ou marcas de expressão aparentes devido a atividade repetitiva dos músculos da face.

A pele passa por mudanças que afetam a textura, o volume e a aparência. Ao mesmo tempo, nossa estrutura óssea é alterada, o que gradualmente altera nossas características faciais. Para reduzir os sinais do processo de envelhecimento, existem no mercado, atualmente, tratamentos estéticos como o PowerShape Platform: um equipamento completo que associa um poderoso ultrassom cavitacional, com radiofrequência (RF) Multipolar, LED e um sistema pneumático de endermologia.

O rejuvenescimento facial através do PowerShape Platform proporciona a substituição progressiva de colágeno, oferecendo uma aparência mais natural, aumentando a espessura da pele, o que suaviza os sinais do envelhecimento e confere um aspecto mais suave para marcas, linhas, sulcos, além de corrigir as alterações do rosto.

O PowerShape Platform pode ser utilizado em diversos tratamentos faciais e corporais, como: rejuvenescimento facial, acne, celulite, modelagem corporal, queima de gordura, flacidez e redução de medidas . O aplicador facial especializado trabalha com radiofrequência bi-polar a vácuo. E este sistema de tratamento pode ser aplicado em áreas pequenas como pálpebras e no canto da boca. A radiofrequência e o sistema a vácuo reconstroem o colágeno – fragmentado e velho – e também promovem a contração do colágeno superior e a formação de elastina na pele.

O Instituto Dermatológico de Curitiba conta com uma ampla variedade de tecnologias avançadas e aparelhos estéticos que auxiliam na busca pela beleza, bem-estar e saúde de nossos clientes. Entre em contato e agende uma avaliação!

Home Blog Pele

Causas e tratamentos de manchas na pele

Postado em: 04 de abril

Existem diversos tipos de manchas que podem aparecer no corpo. Normalmente surgem em maior volume no rosto, mas podem acometer também em outros locais como ombros e pescoço, por isso é importante conhecer as diferenças, como evitar o surgimento e ainda as opções de tratamento.As manchas na pele são ...

continue lendo

Existem diversos tipos de manchas que podem aparecer no corpo. Normalmente surgem em maior volume no rosto, mas podem acometer também em outros locais como ombros e pescoço, por isso é importante conhecer as diferenças, como evitar o surgimento e ainda as opções de tratamento.

As manchas na pele são distúrbios de pigmentação causados pelo excesso de exposição ao sol, alterações hormonais, pré-disposição genética ou contato com substâncias de risco. A medicina explica que a célula responsável pela pigmentação da pele, o melanócito, reage a diversos estímulos e agressões produzindo melanina, ocasionando alterações na pele como melanoses, sardas, manchas pós-acne e ceratose seborreica. Por isso é preciso entender qual o tratamento mais indicado para cada caso.

Mais comuns, as melanoses ou manchas senis, costumam ser escuras, mais arredondadas e surgem com o passar dos anos no corpo devido a exposição excessiva ao sol. As opções para tratamentos podem variar de caso para caso, desde a utilização de luz intensa pulsada até tratamentos a laser de CO²e peelings.

As sardas ou também chamadas de efélides manifestam-se na face de crianças ou jovens, geralmente de pele muito clara, após a exposição solar. Nestes casos o mais indicado para tratamento é a luz intensa pulsada, mas peelingssuperficiais também podem ser uma alternativa.

Os melasmas costumam aparecer com maior frequência no rosto após a gravidez, no uso de pílula ou exposição ao sol, mas também podem aparecer em outros locais mais raros, como colo e braços. Essas manchas são mais resistentes e os resultados podem variar, nestes casos os tratamentos sugeridos são: peeling superficial, procedimentos a laser e microagulhamento.

Devido a grande quantidade de tipos de manchas, é muito importante procurar um dermatologista para identificar e indicar o melhor tratamento para cada caso. No Instituto Dermatológico de Curitiba você encontra especialistas certificados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia para o tratamento de manchas. Entre em contatoe agende uma avaliação.

Home Blog Pele

Estimulando a produção natural de colágeno com dermaroller facial

Postado em: 27 de março

Com o início do Outono onde as temperaturas são mais amenas e há pouca incidência solar, a procura por tratamentos para a pele como Dermaroller (também chamado de microagulhamento) aumentam. Como o próprio nome sugere, trata-se de um aparelho formado por um cilindro onde existem dezenas de micro agu...

continue lendo

Com o início do Outono onde as temperaturas são mais amenas e há pouca incidência solar, a procura por tratamentos para a pele como Dermaroller (também chamado de microagulhamento) aumentam. Como o próprio nome sugere, trata-se de um aparelho formado por um cilindro onde existem dezenas de micro agulhas extremamente finas.

A técnica com Dermaroller facial estimula a produção de colágeno através da indução percutânea em um processo cicatrizante. São microagulhas, mais finas que um fio de cabelo, que formam um sistema de múltiplos micro canais fracionados – ou seja, inúmeros furinhos na pele que nem podem ser percebidos a olho nu e que permitem a máxima absorção de ativos cosméticos, obrigando a pele a produzir muito colágeno.

A estimulação do colágeno é tanta que o tratamento com Dermaroller pode aumentar cerca de 400 vezes a quantidade de colágeno existente na pele do paciente. Por isso, a técnica é muito aplicada em pacientes que querem rejuvenescimento, combater manchas, rugas, estrias, cicatrizes ou até mesmo acnes e queimaduras. Além disso, o procedimento também pode ser utilizado no tratamento de calvícies e quedas de cabelos, pois ajuda a ativar a circulação do couro cabeludo, reduzindo o risco de queda.

O Dermaroller é um procedimento tranquilo de ser realizado, mas embora seja um procedimento seguros cuidados pós-tratamento são imprescindíveis. Faça uso intensivo de protetor solar de boa qualidade, preferencialmente de fator 30 ou maior, pois o tratamento remove a camada superficial da pele, deixando a região do rosto muito sensível, vermelha e dolorida, por esse motivo a pele deve ficar protegida do sol para poder se recuperar.

Mas muito cuidado! Muitas pessoas tentam realizar esse procedimento com Dermaroller em casa, sem conhecimento apropriado para aplicação da maneira correta. O Instituto Dermatológico de Curitiba apoia as recomendações da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da ANVISA, uma vez que o material é descartável e não deve ser reutilizado (nem no mesmo paciente), além disso a pele deve receber um processo de assepsia profunda, onde é aplicado sabonete bactericida, clorexidina e álcool 70%.

O Instituto Dermatológico de Curitiba se preocupa com o seu bem-estar diário e, por isso, conta com profissionais habilitados para o tratamento com Dermaroller. Entre em contato e agende uma avaliação.

Home Blog Pele

Causas e Tratamentos para a Flacidez

Postado em: 05 de fevereiro

A flacidez é uma disfunção estética causada principalmente pelo envelhecimento. Sua principal característica é um tecido mole e frouxo. Ela acontece de forma natural em todos os indivíduos ao longo da vida, devido as mudanças gradativas na produção das fibras de sustentação da pele (colágeno e elast...

continue lendo

A flacidez é uma disfunção estética causada principalmente pelo envelhecimento. Sua principal característica é um tecido mole e frouxo. Ela acontece de forma natural em todos os indivíduos ao longo da vida, devido as mudanças gradativas na produção das fibras de sustentação da pele (colágeno e elastina), denominada flacidez dérmica ou no tônus muscular, tipo mais profundo e difícil de ser tratado.

Existem duas causas fisiológicas para o aparecimento da flacidez, a primeira é por fatores intrínsecos, que acontecem pelo próprio corpo, geneticamente com a idade e de forma natural. Este, acontecerá independentemente dos cuidados que a pessoa tiver com a sua pele, pois o consumo de colágeno, muscular e ósseo acontecem todos os dias. Já a segunda causa da flacidez é por fatores extrínsecos, estes sim relacionados à forma que o indivíduo cuida de si mesmo, agravando o problema com: a falta de uso de filtro solar ou cremes hidratantes, emagrecimento excessivo, gestação, má alimentação e o consumo de cigarro e álcool.

Os tratamentos para a flacidez são destinados a minimizar o problema. Os procedimentos mais indicados são o ultrassom microfocado e a radiofrequência, ambos transmitem energias capazes de aquecer o colágeno profundo da pele, com o intuito de desestruturá-lo para que este se reorganize causando uma tensão maior na derme e aumentando sua contenção. Dependendo do tipo de equipamento utilizado, sua penetração pode ser tão grande que chegam a atingir fibras musculares mais superficiais, melhorando além da pele, a densidade e flacidez muscular em áreas mais finas como pescoço e face.

Se você sofre com este problema, entre em contato e converse com os médicos do Instituto Dermatológico de Curitiba para avaliar o seu caso e assim verificar o melhor tipo de tratamento.