Home Blog Alimentação

Os benefícios dos chocolates a base de alfarroba na páscoa

Postado em: 20 de março

Quando se inicia uma dieta a vontade de comer coisas doces pode ser um grande desafio! Para que esse período não seja um martírio, a dica é substituir o chocolate por opções mais saudáveis, como a alfarroba.Com gostinho, cor e textura semelhantes ao do chocolate, porém sem a gordura, uma das princip...

continue lendo

Quando se inicia uma dieta a vontade de comer coisas doces pode ser um grande desafio! Para que esse período não seja um martírio, a dica é substituir o chocolate por opções mais saudáveis, como a alfarroba.

Com gostinho, cor e textura semelhantes ao do chocolate, porém sem a gordura, uma das principais vilãs dessa delícia. A farinha a base de alfarroba também costuma ter menos açucares e, por isso, virou uma alternativa menos calórica aos doces à base de cacau.

O que mais tem despertado a atenção dos nutricionistas e nutrólogos é o baixo índice glicêmico desse falso chocolate e, por isso, é considerado um aliado contra o diabetes. A alfarroba tem apenas 7% de gordura, enquanto o cacau 23% (considerando 20 gramas da versão em pó), além de outras diferenças nutricionais como uma menor quantidade de calorias e de sódio.

Para pessoas que são sensíveis a cafeína ou até mesmo chocolate escuro, considerem substituir o cacau por alfarroba em pó para fazer sobremesas à base de chocolate nesta Páscoa. Enquanto o cacau é carregado com alcalóides como metilxantinas e teobromina, que podem estimular demais o sistema nervoso central, a alfarroba não contém cafeína.

Outro benefício interessante é a melhora na digestão. Uma colher de sopa de alfarroba contém 10 por cento da ingestão diária recomendada de fibras. A fibra atua como uma vassoura interna, empurrando comida digerida através do intestino grosso, mantendo-o limpo e saudável, aliviando movimentos intestinais e lavando substâncias cancerígenas nocivas do corpo.

O Instituto Dermatológico de Curitiba recomenda a alfarroba como uma opção mais saudável para substituir os chocolates a base de cacau nesta Páscoa. E no caso de desequilíbrios no sistema digestivo ou problemas relacionados a alimentação entre em contato com o IDC e agende sua avaliação com nosso nutricionistas Dr. Paulo Guimarães.

;